O Projeto de Saneamento Ecológico planeja a utilização responsável deste precioso recurso
dentro de uma construção. Pensamos nele como um verdadeiro “ciclo” vivo, o Ciclo da Água: a água
limpa chega em nosso terreno e entra em nossa casa; ao ser utilizada, recebe
outros elementos como sabão, fezes, urina, gordura; após sua utilização,
passa por um sistema de tratamento ecológico que não contamina solo e subsolo,
sendo então devolvida ao meio ambiente com qualidade igual ou superior à original.


O ideal é que os sistemas de Ciclo da Água sejam planejados junto ao projeto

arquitetônico da obra para maior eficiência, mas também é possível criar sistemas
em obras já existentes. Esses sistemas envolvem:

– Captação, armazenamento e utilização das águas pluviais, que podem ser aproveitadas para irrigação do jardim produtivo ou utilizadas dentro da casa;

– Aquecimento natural da água por meio da energia solar (painéis solares) ou da energia térmica do fogo (serpentina no
fogão à lenha);

  • Tratamento ecológico das águas servidas, separando águas cinzas de águas negras e utilizando-se da parceria com plantas e ambiente aquático para a filtragem.
    Damos preferência à infiltração das águas servidas no próprio terreno, o que diminui o volume de esgoto urbano e reduz o consumo de água para irrigação de jardins, hortas, pomares, etc. Assim, aproveita-se a mesma água por diversas vezes e para diversos usos.

Exemplo de Bacias de Evapotranspiração.